• Natalia Baranov

Quais os benefícios de viajar



Bem o conceito do Viagens que transformam é não somente ajudar as pessoas a viajarem mais, mas viajar com propósito, trazer transformações em suas vidas, e para isso hoje vou falar um pouco dos benefícios que uma viagem pode trazer. São vários benefícios que uma viagem traz, não é somente ir a um lugar novo e ver paisagens (sejam elas paisagens da natureza ou de arquitetura, cultural ou de experiência, praia, montanhas ou cachoeiras, castelos ou casas rústicas) mas sim trazer uma nova forma de ser ver o mundo através de uma viagem.


· Primeiro uma viagem tira a gente da zona de conforto: Sim, sair da zona de conforto é bom, eu sei que ficar em um lugar que já conhecemos, permanecer na rotina, fazer aquilo que se é conhecido é mais seguro para nosso ego e tem o lado bom (cria rotinas e padroniza atividades, gerando economia tanto de tempo como de esforço), mas pode te limitar a ver o mundo por uma única forma – a sua. Sair da zona de conforto pode ser a primeira forma de você se desafiar a mudar sua própria rotina.


· Usar da criatividade e novas habilidades: viajando você pode aprender ou descobrir novas habilidades, quando aprender ou acontece algo fora do planejado. Eu me lembro de quando fiz minha primeira viagem sozinha (sim sozinha meninas, é possível e vou falar disso em outro post) eu aprendi a me virar, me comunicar com pessoas desconhecidas e descobri uma habilidade de unir pessoas de todos os tipos para fazer atividades juntas (acho que foi daí que despertou em minha a vontade de ter uma agência de viagens e ajudar as pessoas que viajam sozinha)


· Você irá aprender a lidar com o inesperado: Em uma viagem N coisas podem acontecer inesperadamente, desde o atraso do voo, conhecer alguém muito diferente de você no trajeto, ter uma surpresa (agradável ou as vezes não tão agradável) com a hospedagem, até o extravio de sua mala (como aconteceu comigo na minha primeira viagem internacional, onde fiquei 4 dias sem nenhuma roupa, e o clima era de -7o no Canadá, tive que me virar com meu inglês tupi-guarani lidando com a companhia aérea, hotel e até o Barack Obama, até conseguir minhas malas de volta no dia 31/dez em NY). O inesperado não é confortável, mas é ele que faz a gente usar nossa criatividade e aprender suas nossas habilidades, no fim tudo tem um aprendizado.


· Aprimorar línguas e vocabulário de uma língua diferente da sua: Esse pra mim é um grande benefício da viagem, quanto mais você viaja, mais você consegue colocar em prática aquele seu inglês meia boca, ou aquele espanhol que você nunca usou, ou qualquer língua que você tenha vontade de colocar em pratica. Mesmo que você não fique tempo suficiente em um lugar diferente, você com certeza vai aprender um bom dia, boa tarde, boa noite, por favor e obrigado na língua do país que você está.


· Fazer novas amizades: Ah com certeza essa é minha preferida! EU acho que uns 70% dos meus amigos hoje são amigos que fiz em viagem (sendo solteira ou casada) eu sempre me abri para conhecer novas pessoas. Sei que existe muita gente tímida (eu mesma sou tímida para muitas coisas) mas se você se der a oportunidade de trocar meia dúzia de palavras com alguém que você nunca viu na vida, pode ali haver uma oportunidade de você conhecer alguém maravilhoso que pode fazer parte da sua vida para sempre, e quem sabe até rolar um romance (esse é o meu caso, conheci meu marido em uma viagem, mas essa é pauta para outro dia)


· Conhecer novos lugares e expandir seu conhecimento: Você quando viajou já descobriu algo daquele lugar novo (não importa se é uma cidade perto da sua, ou um país do outro lado do mundo) que nunca soube na vida? Nós não sabemos tudo, por mais que estudemos ou as informações estejam disponíveis no google, mas viajando você pode ampliar seu conhecimento sobre uma série de coisas.


· Dar valor as pequenas coisas da sua rotina: Viajar é maravilhoso eu sei! Mas lembra a sensação de voltar pra casa e dormir na sua cama, comer aquele arroz e feijão da mãe (ou o seu mesmo). Normalmente quando eu faço as trilhas e fico acampada nas montanhas, o que eu mais dou valor é o conforto da minha casa, passar frio, perrengue e até tomar um banho quente é algo que as vezes não damos valor, mas quando a gente deixa de fazer isso por necessidade ou até por escolha, você passa a dar mais valor. Quer ver outra coisa que nós brasileiros não damos valor, e eu só aprendi viajando?! Tomar uma cerveja na rua com os amigos, sem se preocupar de colocar em um saco de papel como aconteceu comigo no meu aniversário em Orlando...viajar é maravilhoso, mas ser grato as pequenas coisas do nosso cotidiano é fundamental para você ser uma pessoa mais feliz.



· Se conhecer mais: Eu costumo dizer que viajar é se conhecer e se conhecer é viajar. Porque quando a gente viaja, muitas vezes ficamos mais tolerantes e mais impacientes, tudo depende de quem você é mesmo, e quando estamos em uma rotina nós damos um jeito de camuflar nossos defeitos e muitas vezes nossas qualidades, e quando estamos em situações inesperadas e quando não há pessoas que não conhecemos e não nos preocupamos com os julgamentos, podemos ser realmente quem somos, e vamos descobrindo que somos muito mais daquilo que pensamos de nós mesmos. Por isso eu acho o máximo quando você viaja sem o medo do que vão pensar de você.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo